segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Crítica: Bruxa de Blair 3

Eu adoraria muito escrever algo positivo sobre o filme, mas infelizmente nem tudo é como nós queremos não é mesmo?

Quem esperou por mais de 16 anos para assistir uma nova sequência do filme A Bruxa de Blair, se decepcionou ao assistir o novo filme.

Com personagens pouco carismáticos, enredo confuso e várias coisas acontecendo rapidamente, o filme Bruxa de Blair é de longe
o filme mais fraco com relação aos anteriores.

O suspense já escasso nos filmes de terror atuais foi totalmente deixado de lado, as coisas acontecem muito rápido, gritos em excesso e muita confusão em praticamente todas as cenas, sem contar no velho clichê do cara que vai fazer xixi longe do acampamento e morre..

O filme se perde mais ainda quando se aproxima do fim, em certos momentos o filme parecia se tratar de um filme sobre extraterrestre já que barulhos pesados e luzes surgem em determinadas cenas.

Para quem sempre teve a curiosidade em ver a tal Bruxa, posso dizer que ela aparece em certos momentos, mas não espere que ela seja do jeito que você sempre imaginou e o jeito que muitos moradores relatavam.

A bruxa se parece muito com o The Rake. (Haha!)

Para completar o conjunto da obra, temos um final que não esclarece nada, não deixa se quer uma deixa para uma possível continuação, mas fortalece a imortalidade da Bruxa.

A única coisa boa que posso pontuar é a oportunidade de ter assisto o filme no cinema, afinal eu era muito pequeno em 1999 e logicamente não tive como entrar no cinema. (rsrs)

Para finalizar gostaria de deixar um recado: Nunca deixem a lenda ser esquecida.

(Crítica por: Andrey Menezes.)   

Quem gostou avalia e se possível comente, isso significa muito para quem se dedica ao blog. 

domingo, 25 de setembro de 2016

Explicações

Olá, sensitivos! Gostaria de fazer este post para dar algumas explicações sobre minha ausência e dar algumas novidades para vocês. Como devem ter percebido, estou bastante ausente nas postagens nos últimos meses, eu realmente estou atolado de seminários, provas e entre outros assuntos pessoais que não me permitem um horário mais livre, algo que utilizo para fazer postagens no blog.

Apesar da minha ausência nas postagens visito o blog todo dia para conferir se tem algum comentário que necessite ser respondido (faço o mesmo com o chat). Muitos devem ter percebido que para quebrar o meu "silêncio" de postagens eu fico postando literalmente control c+control v de wikipédias de creepypastas, algo que eu julgo ser baixa qualidade (por isso que parei :v). Muitos talvez não saibam, mas procurar um assunto decente, leva muito tempo, e como já disse... tempo não tenho.

Por isso, venho pedir ajuda para vocês em 2 assuntos.
1) Caso vocês queiram algum assunto em específico, peçam, sério. Isso facilita muito para mim para criar o post.
2) Estamos recrutando autores para ficar postando no blog, única coisa que requeremos é: Que vc tenha vontade de postar, não precisa ser todo dia, toda semana, ou sei lá. Apenas que você crie um post que vc julgue ser bom, e mais uma coisa: Caso, por algum motivo, você não queira mais ser autor diga que não quer mais. Tornou-se hábito de antigos autores postarem algumas poucas vezes e sumirem sem dar noticias, não importa o tempo que vc ficou no blog, apenas avise quando não quiser mais. Estou precisando de ajuda para as traduções, então queremos tradutores.

Basicamente é isso, não quero criar um post muito grande para não se tornar tão chato. Valeu pela atenção meu povo e minha pova!

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Meus Filhos!

Eu tenho uma família linda e feliz, me chamo Cindy e amo cozinhar para as minhas crianças.

Eles adoram biscoitos amanteigados, Josh meu filho mais velho não gosta muito, mas eu faço ele comer tudinho haha.

Meus 2 filhos são uns amores, não saíram da minha barriga, mas eu adotei eles com muito amor.

Me dedico sempre a eles, pois sei que eles só têm a mim nesse mundo.

Cindy.- Sarah! Pare de chutar a porta, eu já vou levar os seus biscoitos

Ela deve estar faminta porque vive fazendo greve de fome, coisa de adolescente.

A cada ano que passa fica mais difícil cuidar deles, eles vivem fugindo, sempre acham um jeito de soltarem as correntes e vivem tirando as mordaças da boca.

Esses jovens..

(Comente e avalie) 
Autor: Andrey Menezes. 

SENSITIVOS